21 de julho de 1978

1978,

pois é, 1978, quem diria, aquele ano começou prometendo.
Desde o primeiro dia.

A ONU, a Dona ONU, à época um pouco mais importante do que em 2012, decretou que 1978, ano da fundação da primeira ótica Esfera, seria celebrado como o Ano Internacional do Antiapartheid. E aí? Ora, bom sinal, lógico para o Planeta e para todas as empresas sustentáveis, até mesmo antes da palavra entrar na ordem do dia.

A Esfera era, claro, bem menos importante para o mundo do que o antiapartheid, mas fundamental para o dia a dia da Zona Norte, inaugurando sua primeira loja na Assis Brasil, 3.100, onde continua, mais bonita do que nunca. Hoje, de cara nova, ainda é considerada como a pedra fundamental do iria acontecer nos próximos mais de 30 anos de vida da marca Esfera, que desde então, já definia sua visão e estratégia mercadológica: ser uma marca cada vez mais abrangente de serviços junto à Zona Norte, particularmente para os consumidores, clientes dos bairros mais próximos, como o Parque São Sebastião, Jardim Lindóia e Vila Floresta.

    Desenhava-se assim, um novo formato de operação comercial de óculos, lentes e armações. Um legítimo antiapartheid entre a produção de qualidade no setor ótico, e os olhares dos muitos clientes, vizinhos da recém inaugurada Esfera, e suas necessidades específicas, para ser atendidas de forma local, inovadora quando possível, e com preços e condições competitivos sempre, e adequados, respeitando-se a qualidade ofertada. Praticava-se já na época, o conceito de que na Esfera se encontra mais com menos.

    Hoje, a rede Esfera, está com 7 pontos de venda, instalados estrategicamente em Porto Alegre, Canoas e Novo Hamburgo.